All Dub Group

DICAS E SOLUÇÕES PARA UMA VIDA MAIS INCLUSIVA

Rio Webfest: All Dub marca presença em debate sobre ESG e acessibilidade

Rio Webfest

Boas práticas de ESG pelo pilar da inclusão e acessibilidade também estiveram no centro do debate do Rio Webfest 2021, que contou com a participação de Ana Lúcia Motta, CEO da All Dub Group.

As empresas mais atentas já perceberam que promover a cultura organizacional é peça-chave de uma estratégia para atrair e manter capturar os melhores profissionais, levando em conta as pessoas com deficiência nesse processo.

Por isso é importante se posicionar e se diferenciar no mercado, que está cada vez mais amplo, por exemplo: seja na forma de fazer negócios, no tratamento com os clientes, ou até mesmo com os próprios funcionários.

Nesse contexto, a CEO da All Dub observou que a acessibilidade pode ser diferencial na cultura organizacional, porque nem todas as empresas possuem essa cultura, e muitas sequer possuem estrutura acessível para profissionais PCDs.

“Quando você fala nessa parte de pessoas, em incluir pessoas dentro do seu ambiente de trabalho, você precisa começar a mudar a cultura da empresa. E também essa parte da cultura você tem que determinar qual tipo de ação seria melhor para sua empresa para que seus funcionários se adaptem para receber e incluir a diversidade. Por que um dos pilares que tem que cumprir em ESG como meta é a inclusão e diversidade, dentro do seu ambiente corporativo”, destaca Ana Lúcia Mota.

Ela reforça que a All Dub atua fortemente no pilar da acessibilidade dentro de casa e por meio dos serviços de audiovisual. Outro ponto em debate nesse contexto foi a necessidade de as empresas abandonarem decisões baseadas no chamado “capacitismo” em seus processos de seleção e contratação. Resumidamente, capacitismo é o termo que define a discriminação de pessoas com deficiência (PCDs) e neurodivergentes (NDs).

“É a mesma coisa que racismo, intolerância. O capacitismo é o racismo contra o PCD”.

O que é ESG?

A sigla em inglês significa ‘Environmental, social and corporate Governance’, ou traduzindo para o português, as melhores práticas ambientais, sociais e de governança.

As empresas mais atentas já adotaram esse manual de padrões e boas práticas que tem como objetivo definir se a operação de uma empresa é socialmente consciente, sustentável e eticamente gerenciada.

Em relação ao meio-ambiente,  é esperado que as empresas façam esforços para preservar os recursos naturais, reduzir o uso de poluentes  e sempre impactar positivamente o ambiente.

Também é importante fazer ações sociais que vão desde diversidade no ambiente de trabalho até projeto para reduzir a desigualdade social. E é exatamente aqui que a All Dub se encaixa.

Quem participou desse debate?

O debate foi realizado por 3 especialistas.

Wesley Silva que é Consultor e professor com mais de 25 anos de atuação no mercado, especialista em Sistemas de Informação pela UFRJ e MBA em Gestão de Negócios pelo IBMEC, com certificações PMP e Scrum Master. Possui ampla experiência na gestão de projetos, liderança de equipes, processos, indicadores e administração de empresa. Trabalhou em consultorias e empresas de vários portes como Furnas, Cobra Tecnologia, Ci&T, Capgemini, Módulo Security, entre outras. Lecionou em pós-graduação de Engenharia de Software do Senac, no MBA de Sistemas e Negócios da UFF e como professor convidado de MBA Corporativo do IBMEC.

Fábio Texeira, sócio-diretor da ALIA FUTURA, empresa de consultoria e treinamento em gerenciamento de projetos, gestão de mudanças e programas de privacidade (LGPD). Viveu em seis estados brasileiros e em três outros países da América Latina, participando em projetos dos mais variados tipos e tamanhos, incluindo megaprojetos na casa do bilhão de dólares. Engenheiro mecânico formado pela UFRJ em 1992 e com um MBA Executivo pela FGV, Fabio foi professor da primeira turma de gestão de mudanças no MBA da Universidade Católica do Porto e é o único instrutor certificado pelo HUCMI no Brasil. Seus clientes de consultoria e treinamento se espalham por países como Brasil, México, Portugal e Cingapura.

Ana Lúcia Motta, CEO All Dub, tendo atuado ao longo dos anos como diretora-geral, diretora de financeiro, e diretora de relações com clientes. Com expertise e aperfeiçoamento adquiridos em um dos maiores estúdios da história da dublagem brasileira, Herbert Richers. Especialista em Pós Produção de Dublagem / Acessibilidade / Legendagem / Libras /  Audiodescrição / Traduções /  Localização.

 

COMPARTILHE ESTE POST:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
alldub sobre-nos

Ana Lúcia Motta

Olá, bom que você está aqui. Aproveite nossos conteúdos ricos sobre o mercado de dublagem e acessibilidade para levar seu evento, mensagem e produções audiovisuais para audiências em todas as nações.

Sou CEO da All Dub Group, e Palestrante em Projetos de Acessibilidade e Dublagem como RIO2C e Riowebfest. Sou coautora do livro “Os desafios da Mulher Empreendedora do Novo Tempo”. Registre aqui seus contatos e comece a receber dicas e soluções para seus projetos audiovisuais, eventos, palestras e treinamentos.

Receba dicas e soluções para Dublagem, Legendagem, Tradução, Locuções, Closed Captions e Audiodescrição, Acessibilidade em Libras.

Descubra como conquistar audiências qualificadas e tornar sua mensagem acessível para todos os públicos.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.