All Dub Group

DICAS E SOLUÇÕES PARA UMA VIDA MAIS INCLUSIVA

Acessibilidade que importa: como tratamos diversidade em nossa cultura

diversidade-empresas

Igualdade e diversidade são conceitos conectados, indispensáveis em qualquer organização. O avanço de pautas para deixar o mundo mais justo envolve também a construção de uma atmosfera equilibrada no ambiente de negócios. São duas palavras essenciais para o sucesso corporativo. 

Para uma empresa que atua justamente na construção de pontes e redução de muros para pessoas com deficiência, igualdade e diversidade são pilares da rotina de trabalho. A All Dub é especializada em diversos serviços de inclusão, como dublagem, legendagem, interpretação em libras, audiodescrição e traduções. Para oferecer um serviço de qualidade para o público, é preciso ter implementada a concepção da porta para dentro. Prática levada a sério pela All Dub. 

Nesta cartilha você verá todos os conceitos de igualdade e diversidade, como melhorar sua relação no ambiente profissional e no dia a dia pessoal, conhecer os serviços que ajudam na inclusão de todas as pessoas e até saber que as boas práticas internas de uma empresa que tenha pensamento inclusivo podem levar a lucro. 

Venha com a gente! 

 

A Força Feminina Move a All Dub

A diversidade da All Dub começa com o quadro de colaboradores. Além de ter uma mulher à frente da empresa, Ana Lúcia Motta, na All Dub, o poder feminino é o combustível que dá força para seu avanço. 

Recentemente a All Dub foi contemplada com o selo de negócios Certificados pela Rede Mulher Empreendedora (RME Conecta), iniciativa que certifica empreendimentos que acreditam e apostam no empreendedorismo feminino. Com atuação desde 2010, Rede Mulher Empreendedora contempla somente projetos cuja participação da mulher seja, de fato, efetiva. 

Para a All Dub, o poder das mulheres vai além dos estereótipos sociais. Realmente move a empresa em cargos estratégicos e de direção. 

 

Igualdade é vocação da All Dub 

Com o pilar da força feminina estabelecido para consolidar a diversidade, a All Dub conseguiu construir, também de forma sólida, a base da igualdade. A ideia que move a All Dub é a de que não existe limites na comunicação entre os seres humanos e que todas as pessoas podem chegar a lugares inimagináveis com a ajuda correta. Para a All Dub, mais do que um negócio, amplificar o poder da mensagem é uma vocação. 

A capacitação do profissional é a chave para que a inclusão seja efetiva. Porque as mensagens repassadas são multissensoriais. Imagine você assistindo a um filme. Todo cenário, o som e a interpretação do ator compõem todo um cenário de enriquecimento do enredo da história. Esse entendimento da sensibilidade é um diferencial da All Dub em seus serviços. 

A All Dub foi responsável pela transmissão do Carnaval do Rio de Janeiro, o mais famoso do planeta, a um grupo de pessoas com deficiência visual. Há um mundo de complexidade na Marquês de Sapucaí, com as alegorias, adereços, carros, som, o sentimento dos componentes da escola. Os especialistas da All Dub estavam preparados para narrar todos os desfiles, sendo os olhos de quem não poderia enxergar. O grupo de cegos pode sentir as emoções da tradicional festa brasileira. A atenção está nos detalhes. 

 

Conceitos de um ambiente acolhedor

 

Uma experiência integral da sociedade passa pela vivência das dificuldades dessa pessoa. Um homem branco jamais saberá os obstáculos que uma mulher negra precisa encarar em sua rotina. Assim como alguém que enxerga e escuta não tem como relatar os percalços de um cego ou surdo.

 

É a partir dessa ótica que se constrói um ambiente de diversidade que, realmente, pode elevar a qualidade do ambiente em que vivemos. Somente aceitando, respeitando e convivendo com as diferenças poderemos entender formas de estabelecer uma sociedade mais justa, igual e plural.

 

Nesta cartilha você saberá os conceitos de integração da sociedade e como pode auxiliar na montagem de um ambiente saudável, acolhedor e próspero. 

 

Tratar as pessoas com deficiência 

Historicamente, a sociedade deu tratamento extremos às pessoas com deficiência. Ou esse público era completamente ignorado ou tratado como super-heróis. Esses dois olhares jamais permitiram que o mundo pudesse enxergar os PCDs da forma que são: pessoas. 

A única diferença é que elas são pessoas que necessitam de algumas adaptações para viver normalmente, atingir seus objetivos profissionais e pessoais e conviver em harmonia. Em um mundo realmente adaptado, um cego poderia atravessar a cidade sem transformar esse ato em uma corrida de obstáculos. Ou um surdo conseguiria assistir a uma peça de teatro com entendimento completo do que o autor quis dizer em seu texto. 

A All Dub sempre entendeu que as pessoas com deficiência querem somente poder viver inseridas na sociedade. Para isso, nunca mediu esforços para se tornar um canal facilitador para esse público. Seus serviços foram pensados para fazer a inclusão completa da pessoa com deficiência, seja ela cega ou surda. 

Com êxito em seu propósito, ajudou em projetos grandiosos de multinacionais, como Google, e grandes eventos, como o Rock In Rio. 

Uma sociedade adaptada dá liberdade à pessoa com deficiência. E, sim, ela pode chegar aonde ela quiser. Costumamos ver, e admirar, todos os esforços dos atletas em uma Paraolimpíada. São exemplos de que esses atletas são pessoas que, com as ferramentas adequadas, podem fazer qualquer coisa.

Por que não transpor esse olhar para o nosso dia a dia? 

Podemos exigir que estações de Metrô e terminais de ônibus sejam adaptados a todos os públicos, com piso tátil, avisos sonoros e guias à disposição. Podemos brigar para que nossas calçadas sejam niveladas em seu trajeto e que tenham rampas de acesso aos cadeirantes. Podemos lutar para que todos os eventos sejam transmitidos com ferramentas inclusivas, como audiodescrição, legendagem ou tradutor de Libras. 

A All Dub atua para reduzir as desigualdades, inclusive trabalhando junto ao poder público em busca de soluções inclusivas. A empresa fez todo serviço de adaptação do Museu do Ministério Público Federal, no Distrito Federal, projetado para oferecer uma experiência acolhedora a todos que visitarem o espaço. Também pensou em ideias no Museu da Língua Portuguesa de São Paulo. Mostra que sua vocação é a construção de um ambiente para todos.  

Olhar de igualdade dos gêneros

 

Por anos a sociedade entendeu que somente os homens eram responsáveis pelas tomadas de decisão. Seja no ambiente familiar, no mercado de trabalho ou até mesmo nos rumos de um país – o voto feminino só foi liberado em 1932. Ao longo das décadas, as mulheres foram conquistando, com muita luta, seu lugar de destaque na sociedade, nas empresas e na política. Sem, porém, enfrentar preconceitos. 

E a diferença de tratamento aparece das mais variadas formas. Seja em piadas machistas, escolhas profissionais baseadas na condição familiar daquela mulher (era comum empresas descartar candidatas a emprego que tivessem filhos, por exemplo) ou até mesmo em discrepâncias salariais. Fora os locais que relutam em colocar mulheres em postos de chefia. 

Na All Dub, a promoção da igualdade de gêneros é levada a sério. Muitos de seus colaboradores são mulheres, e mulheres que fazem a diferença no dia a dia da empresa. 

O combate à discriminação por gênero começa quando é inserida no ambiente a visão que homens e mulheres podem exercer as mesmas funções, terem os mesmos papéis. A condição familiar da pessoa jamais pode ser critério no processo de contratação, bem como a maternidade ou paternidade não deve ser considerado entrave do crescimento daquele profissional. Sem dizer o óbvio: comentários machistas e preconceituosos, além do assédio, precisam ser eliminados da cultura.

 Dentro de uma empresa, a auto análise é fundamental na promoção de igualdade de gênero. Pare um tempo e observe dentro de sua estrutura a quantidade de mulheres. Elas são maioria na organização? Mas será que elas estão em cargos destacados? O que posso fazer para equilibrar essa balança? São perguntas simples e que levam à reflexão para moldar um ambiente melhor dentro de seu empreendimento. Mas não adianta ficar apenas nas questões, é preciso aplicar práticas. Promova cursos, capacite a mulheres, institua políticas de valorização da força feminina. Certamente ao fim do processo você terá uma empresa mais acolhedora e próspera.

Valorização da população LGBTQIA+ 

Assim como as mulheres, a população LGBTQIA+ viveu décadas de preconceito. É comum encontrarmos histórias, nem tão antigas assim, de pessoas que precisam se disfarçar na sociedade ou no ambiente de trabalho com receio de sofrimento ou até mesmo com risco de perder uma chance de trabalho. 

Foi com muita luta que a população LGBTQIA+ conseguiu se fazer mais ouvida na nossa sociedade – e ainda há muito caminho a ser percorrido em busca de uma igualdade de fato. 

Dentro da All Dub, a orientação sexual da pessoa jamais foi critério para escolha profissional. O respeito às diferenças move a empresa desde seu nascimento. Para a All Dub, a diversidade permite a percepção de pequenos detalhes que fazem toda a diferença em um serviço essencial: levar mensagens a todos, independentemente da condição daquela pessoa. 

Para combater a LGBTQIA+fobia começa quando ignoramos estereótipos e passamos a olhar as pessoas pelo que realmente interessa, seu conteúdo interno. A orientação sexual não é uma escolha. Portanto, aceite-a da maneira como ela é, e a valorize por suas qualidades. O modo como você identifica a pessoa também é importante, para ela entender, por suas palavras, que você realmente a aceita como pessoa, sem preconceitos. Piadas homofóbicas, como você já deve imaginar, têm de sumir do vocabulário. 

E se você tem uma empresa, que tal adotar políticas de conscientização dos funcionários e valorização da população LGBTQIA+? Com certeza contribuiria para a construção de um mundo igualitário.

Brasil é um lugar de várias etnias, é preciso tratá-las como iguais 

Os anos de escravidão no Brasil provocaram profundas marcas de preconceito na nossa sociedade. Por mais que o brasileiro seja formado por mistura de raças e povos, é impossível negar que a população negra é a que mais sofre no nosso país. 

O racismo estrutural é uma realidade. A população negra é maioria entre os de baixa renda. É minoria em grandes universidades. É maioria em presídios. É minoria em cargos de chefia e de comando na política. 

O avanço da pauta em defesa do povo negro permitiu que a sociedade refletisse a respeito do caso porque, no Brasil, fala-se que o racismo não existe graças à miscigenação popular. E como explicar as condições trazidas no parágrafo anterior? 

Soma-se ao tratamento à população negra o fato de o Brasil, maior país da América Latina, ter virado nos últimos anos um lar para refugiados de países mais pobres da América do Sul, América Central e da África. Também ao fato de o Sudeste ser, para os nordestinos, o oásis de oportunidades de melhorar a condição de vida. 

Comentários xenófobos, por décadas, estiveram presentes no cotidiano da nossa sociedade, passando de geração em geração, como se fossem algo normal. E nunca foram. 

O Brasil sempre foi acolhedor e o Sudeste também, construído pelo suor de gente de todos os cantos do mundo. Está na hora de promover igualdade de oportunidade a todos, para que o negro, o imigrante e o nordestino tenham condições de apresentar suas qualidades sem rótulos ou estereótipos históricos. 

A All Dub valoriza a diversidade étnica em seu quadro de funcionários e também nos serviços que executa. Com entendimento que a mensagem precisa chegar a todos, sem barreiras linguísticas. 

 

Diversidade na prática

 Conheça como os serviços da Allb Dub conectam as pessoas 

Dentro de toda sensibilidade e emoção, há técnica no repassar as mensagens a quem tem alguma deficiência. Por isso que, além de todo olhar detalhado, os profissionais da All Dub possuem conhecimento específico para a prestação de um serviço de qualidade. 

A All Dub tem anos no mercado, com serviços prestados a grandes eventos, marca da qualidade do trabalho da empresa. Entre os parceiros que desenvolveram projetos junto com a All Dub estão o Google, Rock In Rio, Museu do Amanhã, Museu da Língua Portuguesa e o Carnaval do Rio deJaneiro.

 

Audiodescrição de qualidade é marca da All Dub

 A audiodescrição é um serviço no qual o deficiente visual ‘enxerga’ a paisagem pela voz de um audiodescritor. Itens que, para quem enxerga, podem passar despercebidos são devidamente repassados pelos profissionais aos cegos. Pela narração, a pessoa consegue compreender todo o ambiente no qual está inserida. 

Dentro da audiodescrição há série de vertentes. Existe a audiodescrição gravada, utilizada em eventos já realizados previamente. Tem a audiodescrição ao vivo roteirizada, na qual a atividade possui um roteiro pré-definido, porém com margem para adaptações. Na audiodescrição ao vivo não roteirizada, o audiodescritor precisa ter habilidade e rapidez de raciocínio para transmitir a mensagem. Em qualquer uma das formas, conhecimento e sensibilidade são vitais para o sucesso do serviço.

 

Legendagem para surdos faz mensagens ecoarem

 

Outra ferramenta poderosa de inclusão é a legendagem para população com deficiência auditiva. Em um país no qual a Libras (Língua Brasileira de Sinais) não faz parte da rotina dos brasileiros, assegurar mais de uma forma de acessibilidade aos surdos é algo essencial. Assim como na audiodescrição, o serviço pode ser gravado ou ao vivo. Os desafios da transmissão ao vivo envolvem principalmente a forma e a velocidade como o conteúdo é repassado. 

Na All Dub, os profissionais são capacitados para que esse intervalo seja o menor possível. Uma das ferramentas para diminuição do espaço é o estenótipo, bastante utilizado em Tribunais de Justiça e Câmaras de Vereadores – é um aparelho com códigos que permite a construção de frases inteiras com poucos toques.

 

Intérprete de Libras da All Dub fazem serviço com técnica e emoção

 Intérprete de Libras também está na lista de serviços de inclusão feitos pela All Dub. Os profissionais da empresa estão capacitados para tradução em eventos presenciais ou em lives, ferramenta que se popularizou nos últimos anos e reduziu ainda mais distâncias para realização de eventos. 

  

Ganhos de investir em diversidade 

Como você acompanhou no começo da cartilha, o mundo caminha para um ambiente sem barreiras. A tecnologia permitiu que pudéssemos nos conectar com outras pessoas nos mais variados lugares do planeta em tempo real. Ao mesmo tempo, evoluímos como sociedade no entendimento de que todas as pessoas podem chegar aonde elas desejam. 

Olhar de inclusão e diversidade tem um caráter social importante, mas o próprio mercado compreende que não há mais espaço para empresas que segregam os diferentes. O segredo do sucesso das grandes corporações atualmente é justamente a valorização das diferenças. Todo esse movimento pode ser explicado por uma sigla: ESG. 

O que é ESG? 

O ESG (Environmental, Social and Governance) é um conceito que ganha terreno e envolve acessibilidade, transparência e responsabilidade social. São pilares importantes que ganharam força na agenda de instituições públicas e privadas. Dentro da All Dub, são concepções aplicadas na prática. 

Na All Dub, as práticas de ESG são adotadas da porta para dentro, mas ela também faz com que sua empresa cumpra os indicadores. Como a All Dub oferece soluções completas e customizadas para viabilizar acessibilidade audiovisual, seu projeto atinge o nível de experiência real de pertencimento a todos os públicos.

 

Acessibilidade que impulsiona financeiramente sua empresa 

Tornar o ambiente mais inclusivo é uma das regras centrais do conceito de ESG. Mas implementar uma cultura de acessibilidade vai além do ganho social e pode ser uma oportunidade de faturamento. 

No Brasil são 10,7 milhões de brasileiros com alguma deficiência auditiva e 6,5 milhões com alguma deficiência visual. Essas quase 20 milhões de pessoas movimentam aproximadamente

R$ 580 bilhões por ano em renda. Poder se conectar com esse público é, sem dúvida, uma excelente oportunidade de negócio. 

Empresas que adotam boas práticas de ESG, entre elas a acessibilidade, registram crescimento de mercado maior do que as concorrentes. Estudo da B3, a Bolsa de Valores do Brasil, apontou que empresas que seguem esse conceito cresceram, juntas, 295% entre 2005 e 2021, segundo o Índice de Sustentabilidade Empresarial.

 

Como fazer com que minha empresa seja, de fato, acessível?

 

Para atingir esses objetivos sociais e econômicos, é preciso contratar uma empresa referência em acessibilidade, como a All Dub, que tem vasta experiência em grandes eventos e parcerias com as maiores empresas do Brasil e até internacionais. 

A All Dub conta com profissionais treinados e habilitados para transmitir todos os detalhes da atividade, de forma coerente e sensível, buscando, assim, a integração completa da pessoa com deficiência com o ambiente audiovisual. Tudo alinhado aos pilares de ESG.

COMPARTILHE ESTE POST:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
alldub sobre-nos

Ana Lúcia Motta

Olá, bom que você está aqui. Aproveite nossos conteúdos ricos sobre o mercado de dublagem e acessibilidade para levar seu evento, mensagem e produções audiovisuais para audiências em todas as nações.

Sou CEO da All Dub Group, e Palestrante em Projetos de Acessibilidade e Dublagem como RIO2C e Riowebfest. Sou coautora do livro “Os desafios da Mulher Empreendedora do Novo Tempo”. Registre aqui seus contatos e comece a receber dicas e soluções para seus projetos audiovisuais, eventos, palestras e treinamentos.

Receba dicas e soluções para Dublagem, Legendagem, Tradução, Locuções, Closed Captions e Audiodescrição, Acessibilidade em Libras.

Descubra como conquistar audiências qualificadas e tornar sua mensagem acessível para todos os públicos.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.